DISTRACTION Chicago

Só você pra dar
A minha vida direção
O tom, a cor
Me fez voltar a ver
A luz, estrela no deserto a me guiar
Farol no mar da incerteza

Um dia, um adeus
E eu indo embora
Quanta loucura
Por tão pouca aventura

Ah! Que bom seria
Se eu pudesse te abraçar
Beijar, sentir
Como a primeira vez
Te dar o carinho
Que você merece ter
E eu sei te amar
Como ninguém mais

Não se admire se um dia

Um beija-flor invadir

A porta da tua casa

Te der um beijo e partir

Fui eu que mandei o beijo

Que é pra matar meu desejo

Faz tempo que eu não te vejo

Ai que saudade d’ocê

Se um dia ocê se lembrar

Escreva uma carta pra mim

Bote logo no correio

Com a frase dizendo assim

Faz tempo que eu não te vejo

Quero matar meu desejo

Te mando um monte de beijo

Ai que saudade sem fim

Part of the marriage at Bahai’s Temple. Créditos: very funny named Karla.

Part of the marriage at Bahai’s Temple. Créditos: very funny named Karla.

The sight and smell of the sea almost hurt, it was so close and familiar, like the delicious snell of sheets when you are too tired to sleep…

FatCat Chicago. Modern and Old!

FatCat Chicago. Modern and Old!

// Me Faz Mal! //

O ciúme exagerado

Quando a pessoa se deixa dominar pelo ciúme, ela coloca de lado tudo o que lhe dá prazer, tudo o que é bom no seu relacionamento e passa a espionar, espreitar, buscando fatos e coisas que provem a infidelidade do outro.

E quando isso acontece, a tendência é tentar exercer controle sobre TODOS os passos da pessoa amada.

Você quer saber quem ligou para ele, de quem é aquele número registrado no celular, de quem é aquele bilhetinho, por que demorou tanto tempo na padaria e ainda não trouxe tudo o que você pediu…

Enfim, a pessoa ciumenta vê ameaças de perder a pessoa amada por todos os lados!

E então começam as cobranças…as brigas são constantes e a vida a dois vai se transformando num verdadeiro inferno, tanto para a pessoa que esta sendo acusada de infidelidade quanto para aquela que sente ciúmes, pois qualquer olhar, qualquer atitude “diferente” que só existe na cabeça do ciumento, já é motivo de sofrimento.

Imagine que seu parceiro resolveu dar um presente para você… um relógio novo, por exemplo. Ele esconde o presente para dar a você no final de semana, quando vocês forem viajar…

Mas você, bisbilhotando o armário dele, acaba descobrindo o relógio… Você começa a imaginar mil coisas!!!

Seu parceiro explica porque escondeu o relógio, que seria uma surpresa…Você não acredita nisso e não para de torturar o parceiro perguntando de quem ele ganhou aquele presente. Ele pode explicar mil vezes a mesma coisa!!

Você não vai acreditar em nada do que ele disser porque você já tirou as suas próprias conclusões! Foi a outra quem lhe deu o presente e seu parceiro VAI TER QUE CONFESSAR, custe o que custar!

A pessoa ciumenta tem a capacidade de fantasiar, imaginar e criar a sua própria história, tirar as suas próprias conclusões e achar que está certíssima!

Nada do que disserem a fará mudar de idéia porque ela ACREDITA em sua própria fantasia, considera real a sua história inventada! E ela alimenta esta fantasia real com pensamentos e imagens distorcidos que, por sua vez, levam a novos pensamentos distorcidos…um ciclo vicioso!

Sinais que indicam um ciúmes exagerado:

não aceitar que o parceiro faça um programa (com amigos, por exemplo) sem a sua companhia.
mexer nas coisas pessoais do seu parceiro (gavetas, armários, pastas, bolsos, carteira, celular, etc…);
sentir a necessidade de saber sempre onde o outro está. Ligar para casa dos amigos para confirmar a sua presença ou aparecer no local;
preparar armadilhas. Pedir a alguém que se insinue ao seu parceiro para ver qual a reação dele;
desconfiar de tudo e de todos.

O ciúme nunca aparece sozinho. Surge sempre acompanhado por medo (de perder a pessoa amada), baixa auto estima, insegurança e desvalorização de si mesmo. Vale dizer que pessoas seguras de si, de seu valor, costumam lidar bem com o seu ciúme, não se deixando levar por ele.

Infelizmente, poucas pessoas se acham predispostas a aceitar que o ciúme excessivo é um problema pessoal e subjetivo. Poucas consideram a possibilidade de que ele não corresponda à realidade.

A maioria delas não percebe que seu ciúme exagerado pode destruir um relacionamento, mesmo que nesse relacionamento exista o mais forte, puro e verdadeiro amor.

Quando o ciúme toma conta do relacionamento e você não visualiza formas de acabar com ele; quando a maioria das pessoas queridas por você considera seu ciúme sem fundamento, quando você está indo contra as evidências e ainda acha que está certa, é hora de buscar ajuda profissional!

Afinal…você quer mesmo perder de vez a pessoa amada?
Sim, essas pessoas SÓ podem querer perder mesmo porque não é possível. Nao tem cabimento não perceber que assim que ela vai afastando mesmo uma relação.

Créditos dona Marilene essa. 
Passarela da infância.

Créditos dona Marilene essa.
Passarela da infância.

For the time like Mondays at work, for the moments of insomnia, for the times I want to forget the world, for the times that I feel inspired.